Empresas de ônibus de Osasco querem aumentar passagem devido ao crescimento do Uber na cidade

Após os taxistas, o transporte intermediado por aplicativos, como Uber e 99, é alvo de queixas das empresas de ônibus. Em Osasco, um dos argumentos utilizados pelas concessionárias para pedir um aumento da tarifa dos atuais R$ 4,35 para mais de R$ 5 no transporte coletivo municipal foi que esta nova modalidade de transporte está tirando passageiros pagantes dos ônibus, o que torna cada vez mais pesado arcar com as gratuidades no sistema.

“A proliferação de transportes irregulares realizados por uso de aplicativos, tais como Uber, vem causando queda significativa apenas nos passageiros pagantes, já que eles não permitem o transporte de gratuitos nesta modalidade, o que torna a participação do gratuito sobre o pagante [nos ônibus municipais] cada vez maior”, argumentaram representantes das empresas em reunião do Conselho Municipal de Mobilidade Urbana no fim de novembro.

Na mesma reunião, representantes das viações Osasco e Urubupungá argumentaram que a passagem de ônibus em Osasco deveria subir para R$ 5,04 (reajuste de 15,8%) ou R$ 5,08 (16,7%), “contemplando as variações do pessoal, do diesel e da inflação, mais variação das gratuidades mais resíduos anteriores”, afirmaram, segundo a ata da reunião do Conselho.

 

Visão Oeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *