Estação CPTM de Osasco continua fechada

Fonte: Visão oeste

Devido à greve geral marcada para esta sexta-feira (28), transportes públicos, agências bancárias, comércio e metalúrgicas do país, aderiram à paralisação e ainda não há previsão da volta dos serviços. A greve acontece devido às mudanças na reforma trabalhista e previdenciária.

Até o momento, a estação de trem da CPTM de Osasco se encontra fechada, sem circulação dos transportes. Além disso, os ônibus do município também não estão em circulação.

“Os trabalhadores, a população, precisam saber o que estas reformas significam, o que está por vir: que é um verdadeiro desmonte dos direitos dos trabalhadores. Essa luta é de todos”, enfatiza o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e região, Jorge Nazareno.