Jandira: um estudante foi detido após ameaçar professores e colegas com arma falsa

Um dia após o massacre em Suzano, na noite desta quinta-feira (14), um estudante foi detido após ameaçar professores e colegas com um simulacro de arma de fogo na Escola Estadual “Professora Josepha Pinto Chiavelli”, no Centro de Jandira.

Segundo a polícia, duas alunas perceberam que Ruan Rodrigues Cirilo, de 19 anos, havia chegado a à escola com uma arma na cintura. Assustadas, elas avisaram uma inspetora.

A funcionária foi conversar com Ruan. Sem saber que a inspetora desconfiava que ele estava armado, o estudante a questionou se haveria todas as aulas. No meio da conversa, de acordo com a polícia, Ruan teria dito que estava com “vontade de matar todos os professores”.

A direção então chamou a polícia. Quando os PMs chegaram e revistaram o estudante, descobriram que a arma era falsa. Ele não confirmou ter feito ameaças e disse que andava com o simulacro para se proteger após ter sido ameaçado pelo marido de uma aluna.

Ruan, que é aluno do supletivo, foi detido e levado à Delegacia de Jandira. Ele acabou liberado após assinar um termo circunstanciado de ameaça.

 

Visão Oeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *