Osasco premia vencedores do XVI Festival Curtas de Teatro

Fonte: Comunicação Prefeitura de Osasco

 

De 26/6 a 1/7, a Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria da Cultura, realizou o XVI Festival Curtas de Teatro (FECT), evento que possibilita aos grupos de teatro de Osasco e região mostrarem seus trabalhos, funcionando também como ponto de encontro de companhias, possibilitando a elas a troca de conhecimentos e experiências, durante uma semana.

O FECT estimula a atuação de grandes e de pequenos grupos de teatro amador e possibilita que façam apresentações abertas ao público. Dividido em categorias, o festival escolhe: melhor cenário, melhor direção, melhor atriz e ator, melhor atriz e ator coadjuvante, dentre outras. As três melhores peças recebem premiação em dinheiro.

Nesse ano, os grupos classificados para o Festival de Curtas se apresentaram no Teatro Municipal Glória Giglio, sendo avaliados por um corpo de jurados formado por atores e diretores de teatro: Rubens Pignatari (ator e um dos fundadores do Núcleo Expressão, movimento cultural surgido em Osasco no final dos anos 60), Eder dos Anjos (atuante em grupos culturais de Jandira) e Marcelo de Andrade (diretor de teatro em São Paulo).

A abertura do festival aconteceu no dia 26/6 com a apresentação dos grupos: Cia. Studio e Encena com a peça “Manifesto do Subconsciente”; Grupo TocArte com “Cólica”; grupo teatral Só Por Deus com “Trapos, do outro lado da saudade”, e Coração de Tinta com “Preconceito”.

Na terça-feira, 27/6, outros espetáculos se revezaram no palco: grupo teatral Entrelaços com a peça “Se toc”; grupo In Pacto Teatral com “Operação Kamikaze”; Cia Muah com “Estilhaços”, e Trupe Aruande Experimental de Teatro com “Psicose”.

Na quarta-feira, 28/6, outras quatro apresentações: “La Fuerza de La Superacion” com o grupo Tenda da Fortuna; “Saudades” com o Núcleo Teatral Abenaf; “O meu Sertão” com o grupo Filii Deiarts, e “Mais…Uma história” com a Cia. Teatral Vidas.

Na penúltima noite, 29/6, o público prestigiou as apresentações: “Palhaço de Trânsito” com o Projeto Descobrindo Talentos; “O bom, mau e o feio”, da Cia. Teatral Um Peixe; “(Des) Encontros” com o grupo Di Fevero, e “Contos de Aurora”, com a Cia Bambolê.

Encerrando as apresentações, na sexta-feira, 30/6, três grupos mostraram seu talento: Núcleo de Pesquisa Coletivo Allegro com “Um dedo de prosa”; a Cia. Fabaticlowns com “Liberdade?”, e o Grupo Verteatro com “Fratura Exposta”.

A comissão julgadora selecionou os vencedores do XVI Festival Curtas de Teatro, que foram premiados no sábado, 1/7, em evento realizado na Escola de Artes César Antônio Salvi, com a presença do secretário de Cultura, Gustavo Anitelli, e tendo como mestre de cerimônia o professor Genivaldo di José. Confira a seguir a classificação:

Melhores peças

1º lugar – La Fueza de La Superacion

2º lugar – Contos de Aurora

3º lugar – Trapos do outro lado da saudade

Cenário

Operação Kamikaze – Josimar Miranda

Maquiagem

Trapos do outro lado da saudade – Renato Reis

Sonoplastia

La Fuerza de La Superacion – O Grupo

Operador de Luz

Liberdade? – Newton Véio

Melhor texto

Cláudio Ordônio – Operação Kamikaze

Ator Coadjuvante

Cláudio Ordônio – Operação Kamikaze

Atriz Coadjuvante

Bianca Zogno – Trapos do outro lado da saudade

Melhor ator

Vinícius Alexandre

Melhor atriz

Jakeline Pimenta – Liberdade

Melhor direção

Mateus Faconti – La Fuerza de La Superacion

Prêmio especial do Júri (Prêmio Estímulo)

Grupo Preconceito