Osasco vai contratar 500 novos profissionais de saúde para reforçar ações de combate ao coronavírus

O prefeito de Osasco, Rogério Lins, anunciou segunda-feira, 16/03, mais uma medida visando o combate e prevenão ao coronavírus na cidade. Serão contratadas em regime emergencial 47 novas equipes de saúde, algo em torno de 500 novos profissionais, entre os quais médicos e enfermeiros.

“Tomamos essa decisão para reforçar nosso trabalho preventivo. Caso aconteça alguma contaminação na nossa cidade, a gente estará com toda a infraestrutura necessária para atender uma demanda que venha a crescer”, disse o chefe do Executivo A cidade não tem nenhum caso confirmado. São 46 casos notificados e 22 descartados (até as 18h do dia 17 de março).

Lins agradeceu aos profissionais da Saúde pela compreensão por conta da medida adotada pela Administração suspendendo, por decreto, as férias de todos os colaboradores da Saúde. “Essa semana iam entrar de férias mais de 330 profissionais. Fizemos isso porque temos que estar com força total para atender a demanda necessária (em razão do coronavírus)”.

O prefeito antecipou que no próximo dia 29 serão entregues as obras da reforma do Pronto-Socorro do Santo Antônio, cujas atividades foram iniciadas no fim do ano passado. “Com isso, teremos mais um ponto de urgência e emergência preparado para atender as famílias de toda aquela região. Quando iniciamos a reforma ainda não se falava do surgimento dessa doença. Mas trabalhamos muito nos últimos meses para melhorar nossos equipamentos de saúde e hoje a cidade tem leitos separados para colher possíveis casos. Temos respiradores para atender possíveis casos”.

Ainda de acordo com Rogério Lins, nos próximos dias o Departamento de Compras da Secretaria de Finanças vai adquirir mais suprimentos, como álcool em gel e máscaras para dar suporte às atividades do funcionalismo e no atendimento ao público.

A Prefeitura também decidiu dispensar das atividades os funcionários acima de 70 anos e confirmou que, apesar da suspensão gradativa das aulas (de 16 a 20 e totalmente a partir de 23/03) nas escolas da rede pública, algumas unidades em regiões de maior vulnerabilidade social, continuarão a servir a merenda escolar. Também foi recomendado que as escolas particulares também suspendam as aulas nos próximos dias.

Abusos no comércio – O prefeito também disse ter recebido muitas reclamações em relação ao preço “abusivo” cobrado pelo comércio nas vendas de álcool gel e máscaras. “Fizemos um direcionamento ao PROCON para que fiscalize esses locais que estão cobrando acima da normalidade esses produtos que são extremamente necessários nesse momento de combate à pandemia. Não vamos admitir isso na nossa cidade. Se for detectada anormalidade nos preços, serão feitas advertências e aplicadas  as penalidades cabíveis”.

Igrejas – O prefeito também se reuniu com pastores de igrejas evangélicas e  pediu para que façam transmissões online dos cultos e use, entre outras ferramentas, as redes sociais para evitar as aglomerações nos templos. “Alguns optaram pela redução (de cultos) e por uma reorganização junto aos seus membros, por serem igrejas menores. Também recebi o nosso Bispo, Dom João, e o Monsenhor, e tratamos de uma série de questões relacionadas às missas nas paróquias das comunidades e todas as medidas pensando nos idosos (grupo mais vulnerável ao coronavírus)”.

Cuidados – A melhor forma de prevenção e combate à propagação do vírus é a higienização constante das mãos com álcool em gel 70% ou água e sabão e evitar a proximidade com outras pessoas. Evite beijos, abraços e apertos de mão ao cumprimentar alguém. Ao tossir, cubra a boca com o antebraço ou lenço de papel descartável.

Secretaria de Comunicação Social