Prefeitura de Itapevi pretende economizar R$ 150 mil por ano, cortando os “cafezinhos”

Fonte: Visão Oeste

 

A medida foi tomada devido à crise financeira que o país vem vivendo nos últimos meses.

“Estas atitudes resultarão em menos desperdício de recursos públicos”, diz o prefeito Igor Soares.

“Não vamos impedir que os funcionários continuem tomando café no trabalho. O que vamos fazer é parar de comprar esse café com dinheiro público”, explica Rogério de Oliveira, secretário de Administração, Gestão e Tecnologia.

“Quem quiser pode trazer de casa ou então fazer vaquinha entre os colegas”, disse.

A medida faz parte do Programa de Redução de Gastos, assim, todos os órgãos da prefeitura devem economizer de 10% a 30% do atual valor gasto.

Uma das ações foi diminuir o número de secretarias, de 20 para 16, e pretende economizar mais de R$ 1 milhão de reais por ano.

“A dívida do município ultrapassa os R$ 40 milhões e precisamos urgentemente reduzir gastos para que exista um equilíbrio nas contas públicas e os investimentos prioritários possam ser realizados”, disse o prefeito Igor Soares durante o lançamento do programa.