Rogério Lins participa da formatura do Proerd

O prefeito de Osasco, Rogério Lins, participou na quarta-feira, 19/6, da formatura do Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência), que reuniu cerca de mil alunos de 7 escolas municipais da zona Norte de Osasco no 2º Batalhão de Polícia do Exército. O Proerd é uma realização da Polícia Militar em parceria com a Prefeitura.

“A instituição mais importante é a família”, disse o prefeito a um público formado por professores, alunos, familiares e militares. “Agradeço a Polícia Militar por este programa tão importante para nossos jovens”, continuou. “Também agradeço àqueles que, mesmo diante das dificuldades, não se intimidam e dão o melhor de si na formação de nossos alunos. Professores, meu muito obrigado. Não canso de dizer e agradecer a nota de 6.1 que nossa rede de ensino obteve no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica). Tudo graça aos senhores”, ressaltou.

O chefe do Executivo aproveitou a oportunidade para anunciar alguns investimentos de sua administração. “Nos próximos meses os senhores serão beneficiados com o Hospital da Criança, que faremos ao lado da Policlínica Zona Norte. Também vamos entregar a creche ‘Mundo da Criança’, gerando mais de mil vagas”, disse.

Lins emocionou-se com a festa organizada pelas crianças. Um dos pontos altos da solenidade foi a premiação da melhor redação com o tema: “Como combater as drogas”. Os estudantes vencedores foram premiados com bicicletas e uma medalha com o slogan do Proerd.

PROERD

O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) é desenvolvido pela Polícia Militar há várias décadas, sendo o maior programa do Brasil, envolvendo mais de 700 instrutores que trabalham anualmente com mais de 640 mil crianças.

O programa consiste em uma ação conjunta, com duração de dez semanas, entre a Polícia Militar, escolas e familiares, em que os alunos participantes recebem orientações sobre os problemas causados pelo uso de drogas, incluindo os vícios alcoólicos e de tabagismo.

Durante os encontros semanais, todos realizados na própria escola, por militares fardados, os estudantes aprendem a lidar com a autoestima e os anseios típicos da juventude. O resultado do trabalho são cidadãos mais bem preparados para resistir às pressões impostas pelo dia a dia e pela sociedade.

Secretaria de Comunicação Social 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *