Saúde anuncia reformulação na atenção básica

O secretário de Saúde da Prefeitura de Osasco, Fernando Machado Oliveira, reuniu-se com gestores das Unidades Básicas de Saúde para comunicar a reformulação que deverá ser feita já a partir dos próximos dias no serviço de atenção básica.

O objetivo é conscientizar os servidores sobre a necessidade de melhorar e dinamizar o atendimento das equipes de estratégia da família. Para isso, também serão avaliadas as condições de trabalho dessas equipes e o que é preciso para melhorá-las.

Atualmente, a rede conta com 14 equipes, que reúnem médico, enfermeiro, técnico de enfermagem e 5 agentes comunitários de saúde. Existe também a possibilidade de ampliação essa equipes.

A medida visa ainda melhorar a performance nos atendimentos e encaminhamentos feitos no atendimento primário, ou seja, nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde). ”É uma construção que temos de fazer em conjunto. É preciso haver a padronização e aprimoramento do processo, para que todas as unidades andem na mesma velocidade. Queremos criar um legado que dê à população condições de conhecer o mínimo que lhe é de direito. E, para melhorar os serviços, é preciso seguir as normativas. Na verdade, as regras já existem. Só precisam ser seguidas para que haja melhora nos serviços”, disse Fernando Machado.

O secretário também alertou os gestores sobre a importância que deve ser dada ao primeiro atendimento (para não sobrecarregar as especialidades e a urgência e emergência) e à mudança na percepção de como deve ser tratada hoje a questão da saúde. “As pessoas estão vivendo mais e, com os  avanços na tecnologia, a medicina se tornou muito cara. Então, é preciso promover a saúde (educando, por exemplo, a população para hábitos saudáveis), pois assim se garante essa longevidade com qualidade de vida”.

A estrutura física da rede de Saúde do município conta hoje com 73 edificações, entre UBSs (35 no total), Prontos-Socorros, Unidades de  Pronto Atendimento (UPAS), o Hospital Municipal Antônio Giglio e o Hospital e Maternidade Amador Aguiar.

Além das UBSs e prontos-socorros que já passam por reformas, a Prefeitura também investiu nos últimos três anos em melhorias e ampliação da estrutura física e aquisição de novos equipamentos médicos para o Hospital Antônio Giglio.

Secretaria de Comunicação Social