Em Barueri, quase 2 mil já foram multados este ano por usar celular ao volante

Fonte: Visão Oeste

 

Você já percebeu a quantidade de pessoas que andam pelas ruas com os olhos fixos no celular? Se para o pedestre o risco de andar na rua com o celular é grande, imagine só para os motoristas. O uso de aparelhos telefônicos no trânsito aumentam em 400% o risco de acidentes. Somente neste ano, Barueri processou 1.918 multas por uso de celular ao volante, de acordo com dados da Prefeitura.

A multa para quem manuseia o aparelho é considerada infração gravíssima, com sete pontos na carteira e R$ 293,47.

O Núcleo de Educação no Trânsito (NET), órgão do Demutran barueriense, faz um trabalho contínuo de orientação aos condutores quanto ao uso do celular. “Durante o mês de agosto estamos intensificando a campanha ‘Ele tira sua atenção e pode tirar vidas’ estipulada pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito)”, explica Jaime Matos, diretor do NET.

Em média, 500 mil veículos circulam por Barueri diariamente. Deles, apenas 310 mil são emplacados na cidade, os demais são flutuantes, vindos dos municípios circunvizinhos.

A quantidade de veículos pelas ruas e rodovias que cortam a cidade é grande e todo cuidado é pouco. Por isso, como forma de prevenção, os agentes de trânsito estão empenhados na campanha, orientando a população sobre os riscos que correm ao dirigir com o celular.

37% menos atenção

A diminuição da atenção é um deles. Ao dirigir, o motorista precisa de total atenção e é essencial que evite qualquer distração. Em 2012, J.C.S.M., na época com 21 anos, dirigia usando o celular. Em segundos de distração, a jovem perdeu o controle do veículo para desviar de uma motocicleta e colidiu com um poste, comprometendo o automóvel.

“Estava mexendo no celular e não percebi a moto. Não consigo nem explicar como foi, estava muito distraída. Fiquei desesperada. O som do carro afundou e o retrovisor caiu e bateu em minha cabeça”, relatou a jovem que hoje evita o uso do aparelho no trânsito.

O simples fato de estar com celular nas mãos ao dirigir faz com que o motorista tenha 37% menos atenção ao trânsito, de acordo com especialistas, e apenas 2% da população mundial é capaz de executar tarefas múltiplas de modo simultâneo.

“Orientamos que não é legal deixar de ter prazer ao dirigir. E nisso está envolvido dirigir com atenção aos semelhantes à nossa volta. E procure sempre sorrir, mesmo se estiver com vontade de xingar alguém”, conclui Jaime Matos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.