Emoção marca formatura de alunos da EJA/MOVA

A retomada de um sonho interrompido no passado por razões socioeconômicas. Essa é a realidade da maioria dos 376 alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) que receberam na quinta-feira, 12/12, o diploma de formatura em cerimônia realizada no Centro de Eventos Pedro Bortolosso, no Km 18, que contou com as presenças do prefeito de Osasco, Rogério Lins, do secretário de Educação, José Toste Borges, da adjunta Izilda Orlando, da supervisora de ensino, Rutiléia Antunes, e familiares dos formandos.

No total, 27 escolas municipais oferecem durante três anos ensino a 1.513 alunos da EJA e a 426 do MOVA (Movimento de Alfabetização), com idade a partir dos 15 anos. Os formandos concluíram o primeiro ciclo do ensino fundamental (1ª à 4ª série). O segundo ciclo (5ª a 8ª) é oferecido em escolas estaduais.

A dona de casa Roseli Nunes, 48 anos, moradora do Jardim Conceição, voltou a estudar após quase 30 anos. “Parei com 19 anos, quando ainda morava em Januária (MG). Tinha de trabalhar para ajudar em casa. Meus filhos (Jobson, 26, e Andressa, 28) me incentivaram a voltar. Aprendi muita coisa e estou feliz por voltar. Quero continuar e fazer algum curso profissionalizante”, disse.

A ex-aluna, Sueli Barbosa dos Santos Góes, que já está cursando o ensino médio, compareceu ao evento e deixou uma mensagem de incentivo aos demais. ”Continuem com o sonho de vocês. Pode parecer difícil, mas vale a pena. O estudo cria outras oportunidades na vida”.

Rogério Lins parabenizou os formandos e também os incentivou a continuar os estudos. “Tenho certeza de que vocês estão orgulhosos e seus familiares também. Sei que muitos deixaram de estudar não por opção, mas por falta de opção, porque às vezes já na adolescência tiveram de trabalhar para ajudar no sustento da família. Mas vocês são prova de que nunca é tarde para recomeçar.”

No final da cerimônia um coral formado por alunos entoou três canções, entre elas “O que é, o que é?”, de Gonzaguinha, e “Tocando em frente”, de Almir Sater. Alguns alunos e familiares não conseguiram esconder a emoção em forma de lágrimas.

Secretaria de Comunicação Social