Hospitais veterinários de Osasco realizam 29,8 mil consultas

Levantamento do Departamento de Fauna e Bem-Estar Animal, vinculado à Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Prefeitura de Osasco, aponta que desde o início de 2019, ocasião em que foram criados os hospitais veterinários das zonas Norte e Sul, as duas unidades realizaram até o momento 29.823 consultas.

No período, o total de cirurgias foi 3.765, enquanto que os exames laboratoriais somaram 69.681 e os de imagem, 23.636. Já as diárias de internação chegaram a 1.154, os serviços de oftalmologia a 1.339 e os retornos a 20.172.

Entre janeiro e outubro de 2020, o total de consultas chegou a 15.331, média de 1.533 ao mês, o que aponta que mesmo durante a pandemia as famílias não deixaram de cuidar de seus cães e gatos.

Apenas nos meses de abril (637) e maio (309), já durante a pandemia de coronavírus, houve pequena redução na procura por consultas. Em fevereiro, um mês antes da decretação do isolamento social, foram 1.463 consultas, contra 1.310 em março. Em junho (2.055) e julho (2.221), já com o início da flexibilização, percebe-se que houve ligeiro aumento na procura por consultas para os pets.

O Hospital Veterinário da zona Sul, o Manchinha (Avenida Franz Voegeli, 930, Jardim Wilson), foi inaugurado em fevereiro de 2019, e o da zona Norte (Avenida Lourenço Belolli, 1.480, Parque Industrial Mazzei), três meses depois.

Ambos funcionam das 8h às 17h, com distribuição de senha a partir das 7h30, e são administrados pela Associação de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais (Anclivepa).

A Unidade Manchinha atende casos de baixa complexidade e a da zona Norte os de alta complexidade, com clínica geral, três centros cirúrgicos (tecidos moles, ortopédico e geral), raio x, exames de imagem e de laboratório clínico, além de internação 24 horas. É preciso levar documento e comprovante de endereço durante as consultas.

Secretaria de Comunicação Social