Mercadão de Osasco completa 65 anos

Osasco comemorou quinta-feira, 29/11, o aniversário de 65 anos do Mercadão Municipal. O prefeito Rogério Lins, a vice-prefeita, Ana Maria Rossi, o ex-prefeito, Francisco Rossi, dentre outras autoridades, prestigiaram a cerimônia realizada no local, por onde passam cerca de 20 mil pessoas por mês.

O presidente da Câmara, Doutor Lindoso, destinou R$ 50 mil em emenda parlamentar para o Mercadão.

Rogério Lins fez vários agradecimentos e deu informações importantes sobre empresas que estão entrando em Osasco. “Quero primeiro agradecer os vereadores Lindoso e o Tinha de Ferreira que destinaram emendas para a revitalização do Mercadão. Já fizemos algumas intervenções próprias com nossos recursos na área externa, como jardinagem e pintura. A segunda fase será interna, com as verbas dos vereadores. Ao presidente da Associação Comercial e Empresarial de Osasco, Amir, quero agradecer pelas melhorias no comércio e ao maior evento que tivemos com a PromOsasco. Temos muito a comemorar. Grandes empresas estão vindo para o nosso município, que perdeu a vocação industrial e se tornou uma cidade de serviços, com comércio muito forte. Com isso, ganhamos a iFood, maior empresa de e-commerce de alimentos da América Latina e agora trouxemos a Dafiti. Boas empresas estão chegando. Isso é muito bom, porque impulsiona a economia e gera mais empregos em nossa cidade”, frisou.

Na cerimônia foram entregues certificados de permissão de uso a alguns permissionários, entre eles Rubens Tavares, da Casa de Frios Rubinho, que está no Mercadão desde 1984.

Os moradores Marli Abreu, 76 anos, dona de casa, e Luiz Carlos de Abreu, 72,  são fregueses assíduos do local. “Estamos muito felizes por fazer parte do aniversário do Mercadão. Meu esposo Luiz mora aqui desde que nasceu”, disse Marli.

História do Mercadão

Inaugurado em 1953, era o principal centro de abastecimento do então distrito. O mercadão já estava nos sonhos de Antônio Agú desde 1898, quando determinou que nas terras da Vila Osasco fossem construídas a igreja matriz, uma escola e o mercadão, deixando essa vontade registrada em testamento. Mas somente em 1952 esse sonho foi realizado, quando sua filha, Josephina, deu início à construção.

 

Imprensa PMO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.