Osasco se destaca com ouro e prata no Troféu Brasil 2020

A equipe de natação de Osasco fecha o ano com chave de ouro. Os atletas participaram nos últimos meses de 3 competições, e conseguiram garantir grandes resultados.

Com uma delegação formada por 15 atletas, divididos nas categorias Mirim (2011 e 2010), Petiz (2009 e 2008), Infantil (2007 e 2006) e Juvenil (2005 e 2004), conquistou 20 medalhas.

As categorias Mirim e Petiz se destacaram no Campeonato Nacional Virtual de Integração, Festival Sudeste Mirim e Petiz, realizado nos dias 11 e 12/12 no Centro Esportivo Rebouças, na cidade de Santos, São Paulo, com a conquista de 16 medalhas, sendo 6 medalhas de ouro, 8 de prata e 2 de bronze.

Nas categorias Infantil e Juvenil competiram nos dias 9 e 10/12, no Campeonato Nacional Virtual de Integração Infantil a Júnior, Etapa São Paulo, realizada no Centro Esportivo Rebouças, em Santos, conquistaram 4 medalhas, sendo 2 de prata e 2 de bronze.

O Campeonato Absoluto de Natação Troféu Brasil, realizado de 8/12 a 12/12/20, no Clube de Regatas Vasco da Gama, no Rio de Janeiro, foi mais um marco para natação de Osasco. Mesmo com todas as dificuldades, os atletas representaram com toda garra a cidade de Osasco.

“Os dois campeonatos foram de suma importância para o desenvolvimento de nossos atletas. Nossas categorias de base vêm mostrando ano a ano uma melhora em seus resultados”, disse o técnico Denis Lorenzo.

“Tivemos que recomeçar de um patamar muito baixo e de uma situação inédita, com 6 meses sem treinar na água. A determinação e o empenho foram grandes e acredito que apesar de todas as adversidades, chegamos muito bem. Poucas equipes do país conseguiram disputaram o Campeonato Absoluto. Mas nossa equipe estava lá”, ressaltou o técnico Arnaldo Vecchi Cabanas.

“Foi um ano atípico. Encerramos a temporada 2020 e apesar de todas as dificuldades e obstáculos, a equipe de natação osasquense apresentou um excelente desempenho. Parabéns aos atletas e aos técnicos Denis Lorenzo, Arnaldo Vecchi Cabanas e Leandro Quedas, mas principalmente aos responsáveis pelos atletas, que não mediram esforços para que seus filhos superassem os obstáculos e se mantivessem na modalidade”, concluiu o secretário, Rodolfo Rodrigues Cara.

Secretaria de Comunicação Social