Parlamentares osasquenses se emocionam com moção de pesar pelas 500 mil mortes pela Covid-19

Por Ana Luisa Rodrigues (edição de Charles Nisz)

No último sábado (19), o Brasil registrou a triste marca de 500 mil mortes pela Covid-19. Em solidariedade às famílias das vítimas, a vereadora Juliana da Ativoz (PSOL) apresentou, durante a 15ª Sessão Ordinária, realizada na tarde desta terça-feira (22), uma Moção de Pesar lamentando a morte de tantos brasileiros. A propositura aprovada por unanimidade pelo plenário.

“Não dá para deixar de se emocionar ao ver que se foram mais de 500 mil pessoas que conviviam com a gente aqui. Eram amores, irmãos, irmãs… todos vítimas dessa pandemia terrível”, comentou. Juliana também se solidarizou com as famílias das vítimas, na figura do presidente da Câmara de Osasco, vereador Ribamar Silva (PSD). Ele estava retornando aos trabalhos após o falecimento da irmã, Rejane Batalha, também vítima da Covid-19.

Emocionado, Ribamar Silva (PSD) agradeceu às inúmeras mensagens de solidariedade recebidas, em função do difícil momento em que sua família atravessa. Lembrou dos bons momentos vividos ao lado de sua amiga e irmã e expressou a dor que está sentindo pela sua morte.

“Quero agradecer todas as mensagens que recebi no momento mais difícil de minha vida, que foi a perda da minha irmã”, agradeceu Silva, que prosseguiu: “A gente fala para as pessoas, quando há um luto na família, que Deus console seu coração e que o Espírito Santo seja um bálsamo para preencher o vazio que está dentro delas. Mas, quando o luto chega na sua casa, só você e Deus sabem o vazio que fica”.

Sem condições de prosseguir à frente da sessão, o presidente passou a palavra para o 1º vice-presidente Josias da Juco (PSD), que deu continuidade aos trabalhos. O presidente da Câmara foi consolado pela colega Elsa Oliveira (Podemos) e recebeu o apoio dos demais parlamentares.

A vereadora Elsa Oliveira também manifestou seu pesar pela morte dos mais de 500 mil brasileiros e lembrou que, além disso, são milhares de pessoas em luto. “Quantas famílias foram ceifadas, quantas pessoas choram nesse momento, quantos pais de família, quantas mães de família, filhos, netos, que choram e não tem o que fazer. Por isso, mesmo vacinadas, é importante que continuemos usando máscaras e que, nós aqui, possamos ser exemplo para todos”, comentou a vereadora.

Consternado pela morte de tantas pessoas, Emerson Osasco (Rede) expressou sua solidariedade às famílias das vítimas. “Não dá para desejar boa tarde quando ultrapassamos os 500 mil mortos. Meus sentimentos a todas as famílias das vítimas dessa terrível doença”.

Ao final do Expediente, foi feito um minuto de silêncio em homenagem às vítimas da Covid-19.

Foto: Vereadores respeitam um minuto de silêncio, durante Sessão Ordinária (22jun2021 – Ricardo Migliorini/CMO).