“se vocês não investirem na Saúde da cidade de vocês, vou ser obrigado a fechar as portas para os seus munícipes” diz Furlan sobre médicos cubanos

Com a saída de médicos cubanos do programa Mais Médicos, do governo federal, o prefeito Rubens Furlan (PSDB) teme que aumente ainda mais a procura de moradores de cidades vizinhas, que devem perder profissionais, por atendimento na rede municipal de Saúde de Barueri.

“Os médicos cubanos que trabalham em Carapicuíba, em Jandira, e na região, foram retirados. Se os prefeitos não repuserem esses médicos, [os pacientes] vão cair tudo aqui no Sameb, tudo aqui na nossa Saúde”, afirmou Furlan em vídeo publicado em sua página no Facebook (assista abaixo). Mais de 100 médicos de Cuba atuavam nas cidades da região, nenhum em Barueri.

“Prefeitos da região: se vocês não investirem na Saúde da cidade de vocês, vou ser obrigado a fechar as portas para os seus munícipes, porque Barueri não aguenta mais cuidar da Saúde de Jandira, de Carapicuíba, de Santana de Parnaíba, de Osasco, de Pirapora, de tudo quanto é lugar”, afirmou Furlan.

“Ou vocês me ajudam, investindo na Saúde do seu município, ou vamos às consequências que eu não gostaria. É anticristão fechar as portas para quem precisa, não é minha vontade fazer isso, mas eu gostaria que vocês fizessem o mínimo, um pouco só”, completou o prefeito de Barueri no vídeo.

https://www.facebook.com/visaooeste/videos/573250589753432/?t=0
Visão Oeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.